Porto Central de Presidente Kennedy recebe Licença de Instalação do IBAMA

Depois de cumprida as exigências burocráticas, foi assinada nesta quinta-feira (01) pela presidente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA),  Suely Araújo, a Licença de Instalação do Porto Central, a ser instalado no Município de Presidente Kennedy. 

O projeto receberá R$ 3 bilhões de investimento na primeira fase, a ser iniciada em 2019, e vai gerar 4,7 mil empregos durante sua construção. Na fase de operação, prevista para 2022, dois mil trabalhadores atuarão no Porto.

Com 20 milhões de metros quadrados, dez quilômetros de berços e píeres, e até 25 metros de profundidade, o Porto Central coloca o Espírito Santo na rota dos maiores navios do mundo, com até 400 mil toneladas de capacidade.

A instalação do Porto prevê uma retroárea de 1.517 hectares, formada a partir da escavação de uma canal artificial em terra perpendicular a linha da costa de 3,6km e de quatro canais artificiais secundários. De acordo com o documento do IBAMA, incluindo os canais artificiais, o total a ser dragado é estimado em 192 milhões de metros cúbicos.

A obra do Porto também vai viabilizar a construção de um ramal ferroviário no Sul do Estado, ligando o Complexo de Tubarão a Presidente Kennedy. Evair apoia o novo regime de concessão das ferrovias que garantirá esse investimentos Esse novo trecho será crucial, no futuro, para viabilizar a construção de uma nova ferrovia, ligando Vitória ao Rio de Janeiro. O projeto é de grande importância para o desenvolvimento logístico do Espírito Santo, e se tornará referência em transporte de mercadorias no Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.