Mãe que viu o filho ser executado não tem dinheiro para enterrar o corpo

A mãe que presenciou a morte do próprio filho na manhã de ontem em Guarapari agora passa por outra situação triste. Ela não tem dinheiro para preparar o corpo para o enterro.

A prefeitura tem um serviço através da Secretaria de Assistência Social que dá caixão, transporte do corpo e lugar para sepultamento, mas o corpo do adolescente precisa de uma preparação com formol e outros produtos químicos que não são pagos pelo município.

“Eu não posso enterrar meu filho porque não tenho R$ 900,00, que é o que a funerária está pedindo. Eu não sei o que fazer”, desabafou Irani Rosa de Jesus, mãe do adolescente assassinado.

Se alguém puder ajudar esta senhora, entre em contato através do número 27 99891-4128.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.