“Quando achamos ele na rua, nem levamos para casa. Chamamos um amigo e o trouxemos direto para a delegacia para ele responder pelo que ele fez”, disse a mãe

O adolescente de 17 anos que participou da tentativa de latrocínio que deixou um sargento da PM ferido na noite de ontem se entregou hoje pela manhã na 5ª Delegacia Regional de Guarapari. O segundo suspeito, que atirou no policial militar, ainda está sendo procurado pela PM.

A família do adolescente contou à reportagem do ES em Foco que desde que o vídeo do assalto começou a circular nas redes sociais, o menor foi identificado pela família. A mãe contou que ficou surpresa, mas reconheceu o filho na hora e toda a família saiu à procura dele pelo Bairro Bela Vista, onde ele vive.

“Eu não sabia que ele estava envolvido com coisa errada. Ele trabalha de ajudante de pedreiro e chegou por volta das 18 horas. Logo depois ele saiu e mais tarde vimos o vídeo do assalto”, contou a mãe.

O adolescente não voltou para casa e os parentes saíram à procura dele pelo bairro. Apenas na manhã de hoje ele foi localizado escondido em uma esquina e na hora falou para ele se entregar.

“Eu sempre falei para os meus filhos que se eles devem alguma coisa eles têm que pagar. Quando achamos ele na rua, nem levamos para casa. Chamamos um amigo e o trouxemos direto para a delegacia para ele responder pelo que ele fez”, disse a mãe.

Ainda não há declarações oficiais dos órgãos de segurança sobre o fato, mas a reportagem conseguiu apurar que de acordo com declarações do adolescente, ele não sabia que o parceiro iria atirar no sargento da PM e que depois do fato, os dois fugiram à pé para o bairro Bela Vista, onde se separaram.

Neste momento, todas as vias de acesso ao bairro estão sendo monitoradas por viaturas da Polícia Militar e Civil. Equipes da Deic e da PM fazem buscas na tentativa de localizar o segundo suspeito. Qualquer informação sobre a localização do segundo participante do crime pode ser passada através do 190 ou pelo 181.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *