Acusados de matar jovem em festa em Guarapari são presos vendendo drogas no Adalberto

Acusados de matar jovem em festa em Guarapari são presos vendendo drogas no Adalberto

Dois suspeitos de 18 e 21 anos foram detidos, em flagrante, por tráfico de drogas, na última sexta-feira (05), no bairro Adalberto Simão Nader, em Guarapari. A prisão foi realizada pela equipe da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari, durante diligências para apurar um homicídio que ocorreu no dia 24 de janeiro, no bairro Jardim Cidade de Fátima, no município. 

Segundo o titular da DHPP de Guarapari, delegado Franco Malini, no curso das investigações do homicídio, a equipe de investigação recebeu a informação de que os conduzidos estavam realizando traficando drogas, em via pública, no Bairro Adalberto Simão Nader. 

“Diante disso, a equipe se dirigiu ao local e flagrou os conduzidos com a posse de drogas, material para embalo, rádio comunicador e outros materiais. Ressalta-se que os conduzidos são suspeitos da autoria do homicídio de um homem de 26 anos, ocorrido no dia 24 de janeiro, no bairro Jardim Cidade de Fátima, em Guarapari”, disse Malini. 

Durante a ação, foram apreendidos 12 pedras de crack, 12 pinos de cocaína, 40 buchas pequenas e 11 buchas grandes de maconha, prontas para a comercialização, além de uma touca, um rádio comunicador, uma balança de precisão, um coldre e material para embalo de drogas. 

O material foi apreendido e os indivíduos foram encaminhados à Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari, onde foram autuados, em flagrante, por tráfico de drogas. Eles foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de Guarapari e estão à disposição da Justiça. 

As investigações sobre o homicídio continuam, com o intuito de identificar a motivação e as autorias.

Outras apreensões

Na tarde da última quinta-feira (04), a equipe da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari apreendeu drogas e dinheiro, na residência de um suspeito de 26 anos, apontado como sendo o chefe do tráfico ilícito de drogas no bairro Santa Rosa, em Guarapari.

De acordo com o delegado Franco Malini, titular da unidade, a diligência foi realizada a fim de cumprir um mandado de intimação para a esposa do suspeito, no bairro São Gabriel. “Ao chegar na residência, assim que foi chamado, o suspeito de 26 anos apareceu na janela, visualizou a equipe de investigação e empreendeu fuga pelos fundos da casa”, contou o delegado.

Ainda de acordo com Malini, diante da situação de fundada suspeita, a equipe adentrou a residência e realizou as buscas, tendo apreendido a quantia de R$ 7.235,00, dois tabletes de maconha, 71 buchas de maconha, 195 pedras de crack, além de outros materiais.

Foram realizadas buscas no entorno do local, mas o suspeito não foi encontrado. O material foi encaminhado à Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari, para instauração de Inquérito Policial.

Texto: Olga Samara 

Es em Foco