Aprovado em Medicina estudou sozinho pela internet: “Primeiro a ter curso superior na família”

Aprovado em Medicina estudou sozinho pela internet: “Primeiro a ter curso superior na família”

Garantir vaga em uma universidade conceituada é o objetivo de muitos jovens e atingir esse propósito exige dedicação nos estudos. No Estado, quem vai conseguir realizar esse sonho, após estudar sozinho em casa por um ano, é o estudante Pedro Carlos Marques da Silva, 19 anos, que foi aprovado em Medicina na Universidade de São Paulo (USP).

A decisão de prestar vestibular para o curso foi tomada no ano passado e o prazo que o estudante tinha para se preparar até a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), porta de entrada para as universidades públicas do País, ficou apertado.

“Foi a primeira vez que eu fiz o Enem e estava me preparando desde o início de 2020, estudando muito. No último dia 16, quando vi que havia sido aprovado para Medicina na USP, nem acreditei. Foi um sonho realizado e, hoje, já estou fazendo as primeiras aulas, que estão acontecendo de forma remota”, contou o estudante.

Morador de Jardim Marilândia, em Vila Velha, Pedro é de família humilde e estudou todo o ensino fundamental em escola pública, tendo feito o ensino médio no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) de Vila Velha, onde também precisou passar por um processo seletivo para conseguir a vaga.