Invasores de cemitério roubam restos mortais de coronel do Exército durante a madrugada

Invasores de cemitério roubam restos mortais de coronel do Exército durante a madrugada

Quando a polícia pensa que a bandidagem já chegou ao seu limite é surpreendida por mais uma atuação escabrosa. Dessa vez bandidos ainda desconhecidos invadiram um cemitério em Pouso Alegre, no Sul de Minas e roubaram o corpo de José Delfino da Cosa, coronel aposentado do Exército.

De acordo com as informações, o roubo ocorreu entre a noite de terça-feira, 21, e a madrugada de quarta-feira, 22, e foi descoberto por funcionários do cemitério, que ao chegarem para mais um dia de trabalho perceberam que o túmulo da família Delfino Costa estava revirado e acionaram a polícia e os familiares.

No local os familiares notaram que o corpo do coronel do Exército, que foi sepultado no local há pouco mais de dois anos, após seu falecimento ocorrido em 09 de junho de 2020 aos 87 anos de idade, tinha sido levado do jazigo. Os familiares estão inconformados com o crime e pedem providências para o caso.

A neta do coronel, Renata Delfino Brianezi, disse que foi um susto imenso, um absurdo o que havia ocorrido. “Levaram o corpo e deixaram as roupas jogadas ali, e os outros ossos que estavam juntos e que pertencem a outros parentes enterrados no local. Isso é coisa de gente que não tem Deus no coração”.

O gerente do cemitério, Pedro Guilherme Siqueira Rezende, disse aos policiais que há um vigilante que faz a ronda noturna dentro do cemitério e que não notou nada de estranho no local. Os policiais suspeitam que para cometer o crime alguém tenha pulado o muro do cemitério. O caso será investigado pela polícia.

Es em Foco