Mulher que roubava dinheiro do marido para repassar ao amante é condenada pela justiça

Mulher que roubava dinheiro do marido para repassar ao amante é condenada pela justiça

Patrícia Passman, 59 anos, conhecida popularmente como Tricia, foi condenada no início da semana por ter roubado 46.700 libras (equivalente a R$ 307 mil) do marido para dar ao amante que conhecera pela internet e acabou levando um golpe do espertalhão, que além de ficar com o dinheiro dela, sumiu do mapa.

O julgamento ocorreu em Teesside, na Inglaterra, e Patrícia foi condenada a 18 meses de prisão, pena que foi convertida em 200 horas de trabalho não remunerado, além de ter sido classificada como “ingênua” pelo juiz Jamie Hill, autor da condenação. Ela roubava do marido de 66 anos, enquanto ele dormia.

Segundo dados do processo, Patrícia enviou vouchers (termo de origem inglesa que se refere a um título, recibo ou documento que comprova o pagamento e o direito a um serviço ou a um produto) da Amazon e outros fundos para o amante, que dizia morar nos Estados Unidos, e que estava com problemas financeiros.

Para conseguir enganar a mulher o indivíduo, que não teve nome divulgado, prometia que ficaria com ela, se valendo da carência de afeto comum às mulheres mal amadas que caem em qualquer conversa mole de cafajestes, Patrícia, que tem três filhos com o marido, alegou que depois de 40 anos juntos não mais mantinham relacionamento.

Contudo ela continuava trabalhando como secretária da empresa Passman Tite Inspecion Services, de propriedade do marido. O roubo praticado de janeiro de 2019 a janeiro de 2021, acabou provocando a ruína financeira do marido, que alega ter ficado com contas de impostos e taxas de contabilidade para pagar.