Varíola do macaco em escola de Guarapari

Varíola do macaco em escola de Guarapari

Uma escola particular de Guarapari foi notificada devido uma pessoa ter contraído o vírus. A instituição recebeu a visita da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Guarapari em razão de um caso de Monkeypox confirmado.

A direção da escola enviou comunicado com os pais com as seguintes informações:

Todas as devidas providências foram tomadas no que diz respeito ao afastamento e medidas de higiene, mas temos que nos manter vigilantes para prevenirmos eventuais futuros casos.
Enviamos, para conhecimento dos senhores, as orientações que recebemos a respeito da doença, informações gerais, sintomas, medidas preventivas e medidas a serem adotadas em caso de suspeita ou confirmação da doença.
Contamos com a colaboração dos senhores para que observem eventuais sintomas e sigam as medidas preventivas, principalmente no que diz respeito ao uso das máscaras e conscientização dos alunos no que diz respeito à higienização das mãos.
Continuaremos vigilantes para oferecer a maior proteção possível a toda a nossa comunidade escolar.

Em um novo boletim divulgado nesta terça-feira (06) foram confirmados 41 casos de varíola dos macacos no Espírito Santo, sendo 17 entre jovens de 20 a 29 anos. O número é o mesmo do registrado na semana passada, quando os casos tinham triplicado em menos de uma semana.

O boletim mostra que 33 homens e oito mulheres foram confirmados com a doença. Ao todo, o Estado já recebeu 296 notificações; 149 casos suspeitos e 106 estão descartados.

Casos de varíola dos macacos foram confirmados nas seguintes cidades do ES:

– Vitória (10)
– Vila Velha (10)
– Serra (7)
– Guarapari (4)
– Cariacica (3)
– Cachoeiro de Itapemirim (2)
– Aracruz (1)
– Itapemirim (1)
– Linhares (1)
– Pedro Canário (1)
– Viana (1)

Es em Foco