‘Ele prometeu matar ela’, diz irmão de mulher morta à tiros no ES

‘Ele prometeu matar ela’, diz irmão de mulher morta à tiros no ES

O irmão da mulher de 30 anos que foi morta a tiros na noite desta quarta-feira (4), no bairro São Judas, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, disse que o ex-companheiro da vítima, suspeito de cometer o crime, já havia ameaçado a mulher na manhã do mesmo dia.

“Pela manhã, acho que no horário de 8h a 9h, ela estava trabalhando e chamou a polícia. A polícia foi lá, ele foi também. A polícia orientou ela a não ir para o bairro porque ele já havia feito essa promessa que ia matar ela”, disse o irmão de Gabrielly.

Segundo o irmão da vítima, apesar da recomendação da polícia, a mulher foi para a residência.

À noite, o homem pulou o muro, invadiu a casa de Gabrielly e fugiu após o crime.

“Infelizmente, deixou duas crianças para a gente criar agora, né? E dando todo suporte a elas”, disse Felippe Menas.

Felippe disse ainda que o relacionamento da irmã com o ex-companheiro durou seis meses e era conturbado.

“(…) um relacionamento conturbado. Eu acredito que ela não queria mais e ele também não aceitou essa situação, né?! Infelizmente, chegou a esse fim. Eu mesmo, pessoalmente, já recebi a Polícia Civil duas vezes lá em casa por conta dessa medida protetiva”, disse.

Um vídeo de câmeras da residência mostra o momento que uma criança passa correndo pela escada da casa e em seguida Gabrielly cai aos pés da escada já ferida segurando o celular.

Nas imagens, o vidro da porta quebra após ser atingida pelos tiros.

A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Estadual Silvio Avidos, mas não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas contaram à PM que o atirador fugiu em um carro de cor preta.

Até a última atualização desta reportagem o suspeito não havia sido preso. O crime é investigado pela Polícia Civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *