Oposição emperra município de Guarapari

Mais de R$ 50 milhões que poderiam estar sendo investidos em saúde, educação, infraestrutura, turismo, agricultura e outros setores estão paralisados, isso porque a Câmara de Vereadores não coloca em votação 25 projetos do poder executivo.

Dos 25 projetos que foram apreciados, 19 já estão vencidos e deveriam travar a pauta, o que a Câmara não tem respeitado. A lei orgânica do município no artigo 65, no inciso primeiro estabelece que caso a Câmara não se manifeste em até 45 dias sobre um projeto de lei com urgência, deve ser incluída na ordem do dia, sobrestando-lhe deliberação quanto a qualquer outra matéria.    

Já o regimento interno da Câmara de Guarapari no artigo 40, no inciso primeiro afirma que: tratando-se de projeto de iniciativa do poder executivo, para qual tenha sido solicitada urgência , o prazo de dois dias será contado a partir da data da entrada do mesmo na secretaria da Câmara, independentemente da apreciação pelo plenário.  

Não satisfeitos com o posicionamento dos vereadores opositores, um grupo de empresários e agricultores esteve presente na sessão ordinária de ontem, com o intuito de cobrar dos parlamentares a votação dos projetos que trarão melhorias para toda população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *