Guarapari apresenta queda no número de moradores em situação de rua

A Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac) tem realizado diversas ações em toda cidade, com o objetivo de conscientizar os moradores em situação de rua, sobre a necessidade de buscar atendimento especializado no Centro Pop. Esse trabalho tem apresentado efeito, neste mês, o município possui uma média de 54 moradores em situação de rua. Se comparado ao mesmo período do ano passado, em que o município registrava No média de 78 pessoas nessa situação, a queda é de aproximadamente 30%. Agora se compararmos ao período da alta temporada, em que o município registrou média de 137 pessoas, a queda é de aproximadamente 60%.

“Nossa equipe tem trabalhado com ações de monitoramento e abordagens, buscando formas de convencer os moradores, em situação de rua, a procurarem o serviço especializado do Centro Pop. Aqui o trabalho é de construção mútua, fortalecendo vínculos e deixando os usuários do serviço à vontade para expor suas necessidades” disse a coordenadora do Centro Pop, Maria das Graças Grataroli.

Em Guarapari, o Centro Pop é um espaço de referência para o convívio social e o desenvolvimento de relações de solidariedade, afetividade e respeito, apropriado para atender moradores em situação de rua. O local oferece serviço de encaminhamentos médicos, intervenções sociais, fortalecimento de vínculo familiar, visita domiciliar, encaminhamento para retirada de segunda via de documento, atendimento psicossocial, passagem de retorno para a cidade de origem, oficinas de alfabetização e superação. As pessoas que ali recebem atendimento e se cadastram no Centro Pop recebem kit higienização, café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Segundo a secretária de Trabalho Assistência e Cidadania (Setac), Shirley Pereira, para melhorar ainda mais este atendimento e fazer com que as pessoas, que vivem em situação de rua, busquem um novo modo de vida, é preciso que a população de Guarapari evite fazer doações para as pessoas em situação de rua. “Se eles recebem marmitex e ganham roupas e dinheiro na rua, eles não vão em busca do serviço especializado. Isso não é bom, nem para eles e muito menos para a população de Guarapari. Se alguém quer ajudar de alguma forma, procure o Centro Pop ou Setac, porque a equipe vai orientar a forma correta de oferecer ajuda a essas pessoas”, disse ela. 

O Centro Pop fica na Rua Judith Costa Azevedo, número 12, bairro Santa Mônica, próximo a loja de material de construção Santa Mônica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.