Vereador Lennon Monjardim quer liberar RAVE em Guarapari. Você concorda?

Na sessão da última quinta-feira (17/10), vereadores derrubaram o veto do prefeito da cidade ao projeto de lei 081/2019 de autoria do vereador Lennon Monjardim de Araújo (Podemos) que tem por finalidade revogar a lei 3221/2010 que proíbe a realização de festas “RAVES” no município de Guarapari. Se posicionaram contra as Raves os vereadores: Oziel de Sousa e Paulina Aleixo. Wendel Lima e Fernanda Mazzeli se ausentaram. O presidente Enis Soares não vota, apenas em caso de empate.

NOVA LEI: acaba com o regramento de políticas públicas que visa proibir a realização de eventos com músicas eletrônicas ou ao vivo, de curta ou longa duração, fora do perímetro urbano, tais como, sítios, fazendas, pesqueiros, praias e até ilhas, ou dentro do perímetro urbano, conhecidos como festas “ raves”(art.1), da Lei 3221/2010.

VETO: para vetar a Lei elaborada pelo vereador Lennon (Podemos), o prefeito municipal justificou que este tipo de festa vem causando vários tipos de problemas para as pessoas que frequentam, ou melhor, a nossa sociedade. Notadamente, a conjectura vai de encontro com ordenamento social e tem o objetivo de oferecer ao Poder Público dificuldade nos instrumentos que possibilitem o melhor controle sobre as festas raves. Estas festas são realizadas em lugares ermos, muitas vezes na clandestinidade, com o fito de auferir lucro, sem qualquer preocupação com conforto, higiene, saúde e segurança dos frequentadores adeptos e muito menos com a segurança pública. O que faz emergir a atuação do estado público. Tanto é verdade que, a proposição não se fez acompanhar, sequer, das justificativas que levou o Nobre Parlamentar a apresentar o projeto que vem sendo amplamente combatido no cenário entretenimento e Lazer. Justamente por não oferecer a segurança necessária aos frequentadores destes eventos e da localidade, ou seja, no entorno onde são realizados.

POLÊMICA: fato curioso foi o veto ser votado após realização de uma festa rave no último sábado (12/10) na praia doce, em Guarapari, onde a Polícia Civil investiga uma suposta morte de um jovem e a internação médica de pelo menos 11 pessoas após uso de drogas durante a festa.

Um jovem que usou a droga disse só ter acordado dois dias depois de ter usado o produto. A polícia investiga de onde veio a substância, há suspeitas que tenham vindo do México.

Nossa equipe entrou em contato com o vereador Lennon Monjardim para ouvir sua versão ou defesa do projeto, durante toda tarde de hoje tentamos contato pelo telefone e por mensagens, porém o parlamentar não respondeu.

One thought on “Vereador Lennon Monjardim quer liberar RAVE em Guarapari. Você concorda?

  • 21 de outubro de 2019 em 17:48
    Permalink

    Sou contra a proibição. Proibir festas raves não será impedimento para o consumo de drogas, pois não é só nessas festas que os jovens consomem drogas. Quanto a questão da higiene, e os banheiros das praias? Em algumas não existem e quando existem estão trancados, sem possibilidade de uso.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.