70 mulheres de Guarapari que foram agredidas recebem visitas da PM

A Operação Verão está a todo vapor no município de Guarapari. A cidade está com um aumento considerável de turistas e os moradores da cidade enfrentam uma mudança na sua rotina diária devido ao intenso fluxo de pessoas no município. Diante deste panorama que se repete todo ano na área do 10º Batalhão, a  equipe da Patrulha Maria da Penha segue firme operando suas atividades.

A Patrulha Maria da Penha consiste em uma dupla de policiais militares que realizam visitas tranquilizadoras às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, integrando-se à Rede de Atendimento e de Enfrentamento à Violência contra a Mulher. 

Uma vez atendida, a mulher será monitorada pelos policiais militares, recebendo visitas periódicas –  geralmente mensais. Na ponta do atendimento, os PMs  têm conquistado a confiança das mulheres, que, muitas vezes, sofriam caladas por constrangimento.

O soldado Bonelá e o soldado Kalebe, que são integrantes da Patrulha Maria da Penha do 10º BPM, afirmam que é gratificante ver a recuperação das atendidas. “Estamos aqui para servir e proteger. Como guardiões da vida, é ainda mais recompensador”.

Atualmente a Patrulha Maria da Penha realiza cerca de 70 visitas mensais  às mulheres vítimas de violência doméstica em Guarapari. E este número não pára de crescer. “A sociedade está alerta e as mulheres estão denunciando mais, afirma o comandante do 10º BPM, tenente-coronel Cleverson Mancini Lyra.

O programa visa prestar apoio às mulheres vítimas de violência doméstica através do acompanhamento e fiscalização da aplicabilidade das medidas protetivas de urgência previstas na Lei 11.340 – Lei Maria da Penha – esclarece o comandante do 10º BPM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *