Líder dos ataques em Vitória é preso em Guarapari

Suspeito de ordenar os ataques registrados em Vitória na última sexta-feira (14), Geovani de Andrade Bento, o Vaninho, 24 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (18) em Guarapari em uma blitz da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ele voltava de carro do Rio de Janeiro e estava sendo escoltado por comparsas. –

Suspeito de ordenar os ataques registrados em Vitória na última sexta-feira (14), Geovani de Andrade Bento, o Vaninho, 24 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (18) em Guarapari em uma blitz da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ele voltava de carro do Rio de Janeiro e estava sendo escoltado por comparsas.

Vaninho é chefe do Primeiro Comando de Vitória (PCV), facção criminosa que tem ligação com o PCC de São Paulo. Investigações apontam que ele comanda o tráfico no Complexo da Penha.

O acusado seguia em um Prisma com outros dois parceiros de crime. Na frente deles, fazendo a escolta, vinham mais dois bandidos em um Fiat Punto.

De acordo com a PRF, em razão do feriadão de Carnaval, policiais rodoviários federais estão realizando um reforço no combate ao crime e o Serviço de Inteligência recebeu informações de que um grupo do Bairro da Penha estaria vindo do Rio de Janeiro pela BR-101.

Com isso, os policiais montaram uma blitz próximo ao quilômetro 346, na BR-101, e passaram a abordar veículos, com objetivo de apreender drogas, armas e localizar pessoas com mandado de prisão em aberto.

No meio da tarde, ao avistarem um Fiat Punto se aproximar do ponto de blitz, policiais fizeram sinal para que o motorista parasse. Ele, no entanto, acelerou e saiu em alta velocidade. A polícia iniciou uma perseguição e, logo à frente, conseguiu impedir a fuga dos dois ocupantes.

Ao ver a abordagem aos comparsas, o motorista que conduzia o Prisma manobrou o carro e entrou em um posto de gasolina às margens da BR, tentando despistar a atenção da PRF. No entanto, a polícia flagrou a tentativa e cercou o posto para prender o bando. Para surpresa dos policiais, ao verificarem quem estava no veículo, encontraram Vaninho.

Após as prisões, policiais estão fazendo uma vistoria minuciosa nos veículos para verificar se há armas e drogas nos carros.

Na última sexta-feira, criminosos do Complexo da Penha promoveram uma onda de terror em várias avenidas de Vitória após a morte de um adolescente suspeito de liderar o tráfico na região. Caio Matheus Silva Santos, 17 anos, foi morto a tiros durante uma operação da Polícia Civil. Não há ainda informações de onde partiu o tiro, se da polícia ou de bandidos.

                                         -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *