Cientistas pedem desculpas por erro em estudo da hidroxicloroquina

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou na tarde deste sábado (6) uma publicação sobre a decisão do  periódico científico Lancet de retirar um artigo sobre a eficácia da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. A publicação ocorreu depois do presidente confirmar mudanças na divulgação dos números de óbitos e casos da Covid-19 no Brasil . 

“Cientistas pedem desculpas por erro” diz o título da matéria do jornal Tribuna, do Espírito Santo

Com cerca de 4 mil retuítes por volta de 18h, a publicação de Jair Bolsonaro dividiu os internautas. Os apoiadores concordavam com o presidente. Um perfil atacava os cientistas e a imprensa.

Já outros perfis questionavam a intenção do presidente ao compartilhar a imagem sem comentários

A revista científica “The Lancet” publicou, nesta quinta-feira (4), uma nota de retratação dos autores do estudo com cloroquina e hidroxicloroquina para Covid-19 publicado por ela própria no dia 22 de maio. Os cientistas afirmaram não poder mais garantir a veracidade dos dados usados para fundamentar a pesquisa, que havia constatado risco no uso das substâncias contra o novo coronavírus.

A pesquisa, que analisou dados médicos de 96 mil pessoas, motivou a OMS a suspender os testes com hidroxicloroquina nos ensaios clínicos Solidariedade, iniciativa internacional coordenada pela organização. Na quarta (3), depois da publicação de uma “manifestação de preocupação” sobre o estudo pela ”The Lancet”, a entidade decidiu retomar os testes com a substância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *