Espírito Santo já registrou dois tremores de terra em 2020

Na última semana, terremotos no México e na Califórnia, nos Estados Unidos, chamaram a atenção de todo o mundo pelas imagens impressionantes. Apesar de ser uma realidade diferente para o Brasil, o fenômeno não está totalmente descartado de acontecer por aqui — e no Espírito Santo, só este ano, foram registrados dois tremores de terra, de acordo com a Rede Sismológica Brasileira. 

O primeiro registro deste ano foi em Ecoporanga, região Norte do Estado, no dia 24 de fevereiro, às 20h13, e marcou um tremor de 1,8 de magnitude regional (mR). O segundo tremor, já de maior escala, aconteceu no dia 17 de maio, às 23h20, na Plataforma Continental do Espírito Santo, ou seja, a 350 milhas (563 km) da baía, também na altura do norte capixaba.

Em entrevista para A Gazeta, o especialista George Sand Leão, que atua no Observatório Sismológico da Universidade de Brasília, explicou que os registros no Estado são tremores de magnitude pequena — embora o de 2.8 mR já desse para sentir se ficássemos próximos.

Espírito Santo já registrou dois tremores de terra em 2020 | A Gazeta

Sand explicou que o tremor registrado na Califórnia na última quarta-feira (24), de magnitude 5,8, aconteceu porque aquela é uma região de limite das placas tectônicas. “O Brasil está no meio dessas placas e, por isso, não tem muita chance de acontecer aqui — apesar de ter possibilidade de ter tremores dessa magnitude, de 5,8. Mas é muito, muito difícil”, completou.

O especialista finalizou dizendo que o que causa os tremores de terra, também chamados de abalos sísmicos, é justamente a movimentação das placas. “Esses tremores são causas desse movimento do limite das placas tectônicas. A movimentação delas gera esse tremor de terra”, concluiu.

Fonte: Gazeta Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *