Em risco alto para a Covid-19, Guarapari terá novo decreto com medidas mais restritivas

Em risco alto para a Covid-19, Guarapari terá novo decreto com medidas mais restritivas

Levando em consideração a classificação de alto risco para a Covid-19, o município de Guarapari, no litoral do Espírito Santo, está elaborando um novo decreto com medidas mais restritivas para evitar o contágio pelo coronavírus. A Prefeitura não informou quando o documento deve ser publicado.

O decreto em vigor atualmente – publicado quando a cidade ainda estava classificada pelo governo estadual em risco moderado para a transmissão da doença – já determina medidas como limitação de pessoas em casas de veraneio e controle de entrada dos ônibus e vans de excursão, além da proibição de instalação de tendas nas praias durante a virada do ano. No município, a queima de fogos no réveillon já foi cancelada.

Em anos anteriores, o balneário recebeu cerca de 1 milhão de visitantes durante o verão. Por isso, há a preocupação em inibir aglomerações. No último final de semana, a TV Gazeta registrou grande movimentação de banhistas na Praia do Morro, além do desrespeito ao uso obrigatório de máscara e ao distanciamento social.

Na cidade, ainda não há nenhum tipo de restrição em relação à permanência nas praias. As normas preveem apenas a proibição de caixas de som e a obrigatoriedade do uso de máscara pelos ambulantes.https://224fbcfec16e311f184fc42c25610ba2.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Em entrevista à TV Gazeta, o secretário de Postura e Trânsito da cidade, Luiz Carlos Cardoso Filho, já havia dito que a Prefeitura conta com o bom senso das pessoas que frequentam a cidade.

No município, que não tem hospital público, o número de infectados pelo coronavírus chegou a 6.409 nesta segunda-feira (28). Além disso, 169 pessoas já morreram na cidade em decorrência da doença.

Es em Foco