Por que as águas de algumas praias do Espírito Santo são tão geladas?

Por que as águas de algumas praias do Espírito Santo são tão geladas?

O verão capixaba chegou ‘pocando’ e os termômetros têm registrado quase 40°C nesta primeira quinzena de janeiro. As praias estão cheias e nada melhor para refrescar, mas mesmo assim, tem gente que ainda não se acostumou com a temperatura das água de algumas praias do Espírito Santo.

Águas geladas, que mais parecem um balde de gelo! Tem muita gente que define assim alguns trechos do mar no litoral capixaba. Mas não é só exagero ou frescura de banhista, não. O professor e coordenador do curso de oceanografia da Ufes, Agnaldo Martins, tem uma explicação para o fato.

“Até a Região Centro-Sul do Espírito Santo a gente tem uma influência da mistura de uma água mais profunda, que é chamada água central do Atlântico Sul, que geralmente está abaixo de 200 metros de profundidade. Por conta de algumas forças físicas, por causa dos ventos que ocorrem ao Sul do Espírito Santo e Norte do Rio de Janeiro, essa água sobe e o trecho fica bem mais frio que o normal”, detalha.

Já nas praias do Norte do Estado, é possível encontrar águas menos frias e com temperaturas mais agradáveis, como em Conceição da Barra, por exemplo. O professor da Ufes comenta o porquê disso acontecer.

“No Norte do Espírito Santo a temperatura da água já não é mais fria porque essa água do Atlântico Sul, que fica a 200 metros de profundidade, não chega até o norte capixaba, mesmo que tenhamos um quadro com muito vento. Por isso, lá mais para o Norte, digamos assim, as águas possuem uma temperatura mais elevada quando comparada as águas das praias da Região Sul do Espírito Santo”, finaliza Agnaldo Martins.

Fonte: Gazeta Online