Guarapari e Anchieta seguem no risco alto para a covid-19

Guarapari e Anchieta seguem no risco alto para a covid-19

Guarapari e Anchieta, duas das cidades capixabas mais visitadas por turistas nesta época do ano, continuarão no risco alto para a covid-19 na semana que vem. Além delas, o município de Montanha, no norte do estado, seguirá na mesma classificação, conforme o 43º Mapa de Risco, divulgado nesta sexta-feira (5) pelo governo do Estado.

Com isso, o Espírito Santo terá, a partir da próxima segunda-feira (8), três cidades no risco alto. Em ambas, seguem valendo as medidas mais restritivas nas atividades econômicas e sociais, para evitar a propagação do coronavírus.

Já Ponto Belo, na região norte, que também estava no risco alto, passou para o moderado — mesma classificação de outros 44 municípios do estado, incluindo os da Grande Vitória. As demais 30 cidades capixabas estarão no risco baixo na semana que vem.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.