Minha mãe e eu não temos nada para comer”: menino de 11 anos troca brinquedos por comida

Luis Ángel pediu à sua mãe que pudesse doar seus brinquedos em troca de comida, ela perdeu o emprego por conta da crise sanitária e econômica que o mundo vem enfrentando.

A pandemia do novo coronavírus tem feito muitas vítimas ao redor do mundo, grande parte são mulheres e crianças, que se veem desempregadas e sem possibilidades de encontrar novos empregos, já que a maioria dos contratantes vê na maternidade um empecilho para contratação. A desigualdade social vem aumentando, junto com a vulnerabilidade e a evasão escolar, já que muitas crianças e adolescentes não têm meios de frequentar as aulas à distância.

Na Cidade do México, Luis Ángel Martínez, de apenas 11 anos, virou notícia na sua cidade quando decidiu trocar seus brinquedos por alimentos, ou dinheiro para que ele e sua mãe pudessem comprar comida. Impactados pela crise econômica, que se fortaleceu com a Covid-19, o menor colocou seus melhores brinquedos na frente da Prefeitura de Cuauhtémoc.

Junto com os itens espalhados pelo chão, um bilhete dizia que ele os trocava por comida. Susana, mãe de Luis, acompanhava o garoto na ocasião. Ela foi demitida justamente por conta da emergência de saúde do coronavírus, e, até o momento, não conseguiu encontrar outro. Por enquanto, ela se ocupa em cuidar do menino e acompanhá-lo na troca de brinquedos por comida.

Os vizinhos e moradores da região ficaram emocionados com o caso e, segundo relatos, a iniciativa partiu do próprio Luis Ángel, que convenceu sua mãe a trocar os brinquedos por itens de uma cesta básica.

Nas redes sociais, os usuários passaram a pedir detalhes do caso e da localização dos dois, para poder ajudar com o que tivessem disponível.

Direitos autorais: reprodução YouTube/Imagen Notícias.

A história acabou viralizando depois que Margarita Nava, uma das residentes do local, postou algumas fotos da família, dos brinquedos de Luis e do seu bilhete. Na postagem, a mulher escreveu que eles estavam ao lado do Hotel Benidorm, saindo da estação de metrobus do Hospital Geral, realizando a troca por itens básicos de alimentação.

Muitas pessoas decidiram realizar doações para a família, se engajando na causa, e compartilhando ainda mais a situação dos dois. Além de comida, eles também receberam materiais de limpeza e higiene pessoal, além de mais brinquedos, para que Luis Ángel não ficasse sem nenhum.

Direitos autorais: reprodução YouTube/Imagen Notícias.

O engajamento de todos para que Luis não ficasse sem seus brinquedos foi comovente, podemos, com isso, resgatar nossa fé na humanidade. Mas, ao mesmo tempo, não podemos esquecer que eles estão em uma terrível situação que poderia muito bem ser evitada, a população precisa exigir que as pessoas mais vulneráveis não percam seus empregos, que garantam, ao menos, um auxílio momentâneo para que possam continuar a se alimentar.

Direitos autorais: reprodução YouTube/Imagen Notícias.

O momento é de crise em várias partes do mundo, econômica, sanitária, educacional, mas nunca podemos normalizar que tudo isso se transforme em uma crise humanitária sem precedentes. As mães não têm como prover o sustento da família caso percam seus postos de trabalho, o sistema precisa reconhecer que elas são a base da sociedade, lutando para criar um futuro justo e digno para todos, educando a futura mão-de-obra de todos os países.

Esperamos que o apelo das pessoas nas redes sociais, e a veiculação da história de Luis Ángel e sua mãe, Susana, nos jornais, não perca o impacto, e que eles consigam sair dessa situação da forma mais rápida e digna possível.