Homem que arrastou cão até a morte é condenado a 3 anos de prisão no ES

O homem de 32 anos que arrastou um cachorro até a morte em Jaguaré, no Norte do Espírito Santo, foi condenado a três anos, três meses e 21 dias de prisão. A pena deve ser cumprida em regime semiaberto.

O crime aconteceu em outubro de 2020 e foi flagrado por uma câmera de segurança.

Manoel Batista dos Santos Júnior chegou a ficar preso por dois meses no ano passado. Na época da prisão, ele confessou o crime e disse à polícia que achou o animal doente e queria sacrificá-lo. Ele foi solto após conseguir um habeas corpus e pagar fiança.

O condenado disse à reportagem da TV Gazeta que se arrepende da morte do cão e que os advogados dele vão recorrer da decisão.