Mulher morta em Santa Mônica foi acusada de ser “X9”

A mulher que foi torturada e morta na noite de ontem em Guarapari não tinha envolvimento com tráfico de drogas. Está é a conclusão da polícia sobre o caso. Na manhã desta segunda-feira dois homens foram detidos pela equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarapari.
A mulher e mais duas pessoas foram torturadas por traficantes da região por causa de uma apreensão de drogas que a PM fez horas antes. Na gíria do crime quem ajuda a polícia em apreensões é conhecido como ” X9″.
“As drogas foram apreendidas em uma quitinete. Neste imóvel existem outros cinco quitinetes onde morava a vítima e outras pessoas. Os traficantes voltaram depois da saída da PM da casa e acusaram as vítimas de terem ajudado a PM. Eles bateram muito nas vítimas e quando a Ana Paula conseguiu se desamarrar e fugir, ela foi alcançada e morte”, contou Franco Malino, delegado titular da DHPP de Guarapari.

Os dois presos foram autuados em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe e tortura.