Saiba como será a manifestação contra Bolsonaro no ES neste domingo

Assim como em outras parte do Brasil, manifestantes vão às ruas no Espírito Santo, neste domingo (12), contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O ato está sendo organizado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), o Vem Pra Rua e o Livres. 

Segundo uma das lideranças do Livres no Espírito Santo, Gabriel Spalenza, o impeachment de Bolsonaro será a principal pauta do movimento. 

O protesto também será uma resposta aos atos com pautas antidemocráticas e discursos contra o Supremo Tribunal Federal (STF) por parte do presidente  Bolsonaro, que ocorreram no feriado da Independência pelo país.

Antes, a organização nacional dos protestos havia adotado o slogan “Nem Lula, nem Bolsonaro” para chamar os atos. Em nota oficial na última quarta-feira (8), o MBL mudou o tom e convocou “todos os partidos, lideranças civis e agremiações, desde que respeitem a necessidade de deixarem suas pautas particulares e suas preferências eleitorais fora do ato para nos unirmos pelo impeachment”. 

Centrais sindicais decidiram aderir ao protesto pró-impeachment, como a Força Sindical, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e a Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST). 

No Espírito Santo, o Novo e o PDT afirmaram que vão aderir ao movimento. O PSDB informou que não há orientação. Já o PCdoB disse que a militância está liberada para participar do ato. 

Carreata passará pela Terceira Ponte

A concentração dos manifestantes na Grande Vitória será por volta das 9h30 deste domingo, na rua lateral à Praça do Papa, na Enseada do Suá, na capital. A carreata deverá sair do ponto de concentração por volta de 10 horas, com destino à Prainha, em Vila Velha, passando pela Terceira Ponte. 

“Vamos fazer uma carreata para que a manifestação não tenha aglomeração. Todos deverão usar máscara e seguir as regras do Ministério da Saúde”, garantiu Gabriel.