Mulher é morta pelo amante, que enrola seu corpo em sacos plásticos e joga na ribanceira

O indivíduo José Edson da Silva, 55 anos, foi preso em flagrante na quinta-feira, 05, por matar a pauladas sua amante Nairene Vieira da Silva, 25 anos. O crime foi denunciado por uma testemunha que viu o criminoso batendo na mulher com um pedaço de madeira. O crime aconteceu em Itapevi, na Grande São Paulo.

Após praticar o crime, José Edson pegou o cadáver da vítima, enrolou em sacos plásticos e foi até a estrada do Sapiantã, onde jogou o corpo em uma ribanceira. Ato contínuo voltou para casa, limpou a cena do crime e tomou banho. Contudo, ao chegarem na casa do criminoso, policiais encontraram vestígios de sangue.

De posse das informações prestadas pelo assassino, que foi preso em flagrante ao confessar o crime, os policiais foram até o local indicado, onde encontraram o corpo de Nairene e o encaminharam ao IML (Instituto Médico Legal) de Osasco, onde foi periciado e depois liberado aos familiares para sepultamento.

Segundo a polícia, Nairene mantinha um relacionamento amoroso com José Edson. Naquele dia eles tiveram uma discussão e ele a agrediu. Na Delegacia de Polícia José Edson disse que o motivo do crime foi porque ela sempre o pedia dinheiro e ameaçava contar para a esposa dele que eles mantinham um caso.