COVARDIA: Procuradora-Geral é espancada por colega violento. Veja o vídeo

COVARDIA: Procuradora-Geral é espancada por colega violento. Veja o vídeo

O procurador municipal Demétrius de Oliveira de Macedo, 34 anos, foi suspenso de suas funções por 30 dias pela Prefeitura Municipal de Registro, no interior de São Paulo, depois de agredir brutalmente a Procuradora-Geral do Município, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, 39 anos, na tarde de segunda-feira, 20.

A agressão ocorreu por volta das 16h50m, na sala da Procuradoria-Geral do Município e foi filmada por uma servidora. O vídeo mostra o descontrole e a violência do procurador, que agride a murros a vítima. Quando ela está ferida no chão, duas mulheres aparecem na sala para ajudá-la e tentam conter o agressor.

Demétrius continua agredindo a vítima fisicamente e a xingando de “puta” e “vagabunda”. A gravação mostra que Gabriela, ensanguentada, tenta se levantar com as mãos na cabeça e Demétrius continua a perseguindo e a agredindo. Após o espancamento a vítima ficou com ferimentos no rosto e pelo corpo.

No 1º Distrito Policial de Registro Gabriela contou que a agressão foi por causa da abertura de um procedimento administrativo contra Demétrius para apurar sua conduta, por apresentar comportamentos inadequados no trabalho, inclusive com servidores demonstrando medo de trabalhar no mesmo ambiente que ele.

Um vídeo de repúdio foi gravado pelo prefeito Nilton Hirota (PSDB), no qual ele afirma que é totalmente contra qualquer tipo de violência moral, física e simbólica, e em nota a prefeitura reafirmou o compromisso com a prevenção e enfrentamento a todas as formas de violência, principalmente contra mulheres.

O procurador espancador de mulheres foi indiciado por lesão corporal, foi afastado de suas funções e aguardará decisão da justiça pelo crime cometido. A prefeitura Municipal informou que os servidores da Procuradoria-Geral Municipal e da Secretaria de Negócios Jurídicos, receberão acompanhamento psicológico.

Es em Foco