Homem diz que matou morador de rua por ele ter batido em sua cara e evacuar na rua

Homem diz que matou morador de rua por ele ter batido em sua cara e evacuar na rua

Ainda está dando o que falar o assassinato de um morador de rua ocorrido na quinta-feira, 03, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo. Ele estava sem documentos quando foi morto. O assassino, em virtude da incompetência da polícia em interpretar a Lei de Abuso de Autoridade, não teve o nome divulgado.

O crime aconteceu por volta das 18h, e segundo testemunhas os dois estavam ingerindo bebidas alcoólicas, quando tiveram um desentendimento por motivos não esclarecidos e a vítima atingiu o outro com um golpe de panela, que ficou meio zonzo. A discussão continuou e ao deixar o local o indivíduo prometeu voltar.

Tempos depois, aproveitando-se de que a vítima estava dormindo em um banco da praça, o assassino se aproximou sorrateiramente e o atingiu com golpes de barra de ferro e um bloco de concreto, provocando sua morte na hora. Em seguida ele evadiu-se do local, mas não foi muito longe e acabou sendo preso em flagrante.

O assassino, que tem 38 anos, foi levado para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Colatina depois de ser ouvido e autuado na Delegacia de Polícia, e lá se encontra à disposição da justiça. De acordo com o delegado Deverly Pereira, essa foi a terceira ocorrência envolvendo moradores de rua em Colatina.

Ao ser ouvido na Delegacia de Polícia para onde foi conduzido logo que foi preso em flagrante, o assassino confessou o crime e disse que matou o morador de rua, porque ele havia lhe acertado um tapa na cara, e também porque ele estava realizando suas necessidades fisiológicas na frente dos moradores do local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *