Homem com pênis retirado após erro médico ganha indenização

Homem com pênis retirado após erro médico ganha indenização

Caso ocorreu na França em decorrência de um diagnóstico errado de câncer. Paciente reclamou do valor estipulado pela Justiça.

AJustiça da França condenou o Hospital Universitário de Nantes, localizado na cidade de Nantes, a pagar 61 mil euros (o equivalente a R$ 336 mil) a um paciente que teve o pênis removido em uma série de cirurgias desnecessárias. O tribunal francês considerou que o hospital teve total responsabilidade pelo ocorrido.

O homem, que não teve o nome divulgado para preservar sua identidade, foi diagnosticado erroneamente com carcinoma avançado no órgão genital em 2014, aos 30 anos. A doença é caracterizada por um tipo de câncer maligno que se origina nos tecidos epiteliais do pênis.PauseUnmute

l (31 mil euros). O homem, no entanto, considerou a indenização insuficiente e informou que irá recorrer da decisão. Ele havia pedido 976 mil euros (cerca de R$ 5,3 milhões) de indenização.

“Não sinto mais nada. Não podemos substituir a sensação do pênis por vários sensores“, lamentou.

O advogado do paciente, Georges Parastati, afirmou à agência AFP que o cliente sofreu duas mortes: a primeira psicológica, por negligência médica, e a segunda após o julgamento, que considerou “degradante da dignidade humana”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *