Fraude no Farmácia Popular: PF mira organização que desviou milhões em remédios

Fraude no Farmácia Popular: PF mira organização que desviou milhões em remédios

Uma associação criminosa suspeita de fraudar drogarias para roubar medicamentos do programa Farmácia Popular, do Governo Federal, é alvo de investigação da Polícia Federal do Espírito Santo. O prejuízo estimado é de pelo menos R$ 1.15 milhão aos cofres da União.

Nesta quinta-feira (14), foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em Cariacica e na cidade de Luziânia, em Goiás, nas residências dos suspeitos. Também foi implementada ordem judicial de bloqueio de bens dos alvos no montante do prejuízo apurado.

Os investigados “compraram” os CNPJs de pelo menos quatro drogarias credenciadas ao Farmácia Popular no Espírito Santo e alteraram os quadros societários lançando mão de “laranjas”. 

Depois, organizavam vendas falsas de medicamentos no sistema, causando um prejuízo de pelo menos 1.15 milhão de reais aos cofres da União.

Os suspeitos responderão pelos crimes de associação criminosa e estelionato contra a União

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *