Criança de 1 ano morre afogada em balde em Guarapari; polícia investiga caso

Uma menina de 1 ano e 4 meses morreu após cair dentro de um balde e se afogar. O acidente aconteceu na casa onde morava com a mãe em Guarapari, na Grande Vitória, neste sábado (12). A polícia está investigando o caso.

Ana Clara Nascimento era filha única. Segundo a tia dela Ednete Nascimento, no sábado, a família tinha ido almoçar na casa dela. O acidente aconteceu horas depois, quando a mãe e a avó voltaram para casa com a menina.

A tia relatou que a mãe da menina estava lavando tapetes e tinha deixado eles de molho em um balde. “Ela tava junto com a mãe. Quando ela quando deu falta dela, viu ela caída dentro do balde. Quando pegou já não tinha mais vida”, relatou a Ednete.

A Polícia Militar informou que Ana Clara sofreu uma parada cardiorespiratória. A criança foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guarapari pela mãe e avó. Os médicos tentaram reanimar a menina, mas não conseguiram.

Na UPA, os médicos também perceberam que a avó estavam com um ferimento no corpo e chamaram a polícia.

A Polícia Civil informou que o caso foi registrado, inicialmente, como morte acidental por afogamento. Os levantamentos iniciais indicam que o bebê caiu em um balde com água. A avó, ao prestar socorro, bateu a cabeça e se feriu.

A tia da menina contou que a avó de Ana Clara se machucou ao tentar salvar a vida da criança. “A avó que se apavorou quando viu ela. Ficou desesperada e esbarrou no arame para socorrer ela. Aí cortou um pouquinho o rosto, mas só isso mesmo”, revelou Ednete.

Velório

O corpo da menina foi velado na igreja católica do bairro São José, em Guarapari, neste domingo.

A mãe passou mal durante o velório. “Ana Clara vai deixar muita lembrança pra nós, vai fazer muita falta pra nós, muita falta mesmo, era uma menina que vivia junto com a gente, brincava, a gente praticamente viu ela crescer ali junto com a gente, vai deixar muita falta pra nós, muita saudade, muita mesmo. A mãe está arrasada, muito arrasada, muito mesmo. Está desesperada, sem consolo, muito triste”, lamentou a tia.

Fonte: G1ES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *