Gaeco invade casa de prefeito de Piúma, apreende documentos e o afasta do cargo por 90 dias

O prefeito de Piúma, professor Ricardo recebeu a visita do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com o apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES e da Polícia Militar. Logo nas primeiras horas da manhã, os policiais não foram atendidos, por isso decidiram pular o muro para entrar na casa, onde foram apreendidos documentos e entregue um comunicado oficial afastando o prefeito do cargo por 90 dias.

A operação também esteve na casa do secretário de obras, André Layber e de uma empresa prestadora de serviços de limpeza pública. A operação denominada Rubi II é a mesma que prendeu a prefeita de Presidente Kennedy, Amanda Quinta e afastou o prefeito de Marataízes, Tininho.

O objetivo é desarticular e colher provas relativas à atuação de uma organização criminosa constituída para lesar os cofres públicos do município de Piúma por possível direcionamento licitatório em favor de pessoas jurídicas contratadas, pagamento de vantagem indevida a agentes públicos e superfaturamento de contratos administrativos de prestação de serviço público.

A operação consiste, inicialmente, no cumprimento de dois mandados de afastamento funcional de agentes públicos, quatro mandados de proibição de acesso às dependências de órgãos públicos, e 12 mandados de busca e apreensão pelos agentes do Gaeco, sendo três em Piúma.

Com o afastamento de Ricardo da prefeitura quem assume é a vice, Marta Sherrer, sua filha está presa acusada de envolvimento em esquema de certificados.

One thought on “Gaeco invade casa de prefeito de Piúma, apreende documentos e o afasta do cargo por 90 dias

  • 17 de outubro de 2019 em 17:16
    Permalink

    A Amanda Quinta é prefeita e não presidente de Kennedy

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.