E-mail solicitando recadastramento da Caixa é falso

Criminosos enviam uma mensagem solicitando recadastramento do número de telefone dos usuários; golpes se tornaram mais frequentes com o recebimento do auxílio emergencial

No Brasil, a crise do novo coronavírus fez com que muitas pessoas perdessem o emprego por conta do fechamento de comércios. Para tentar minimizar isso, foi criado o auxílio emergencial, em que a pessoa deve se enquadrar em uma série de regras para ter direito ao recebimento de uma quantia.

No entanto, criminosos estão se aproveitando do período para aplicar golpes e roubar um dinheiro que pode fazer muita falta para várias pessoas. O truque mais recente chega em forma de e-mail. Os mais desavisados podem cair facilmente no golpe justamente por parecer algo oficial.

A mensagem informa que o aplicativo da Caixa mudou e necessita de um recadastramento do número de celular. O e-mail ainda informa que tudo pode ser feito por SMS, sem sair de casa. Para convencer o usuário a realizar a suposta operação, ameaças são feitas informando que, se o procedimento não for realizado, o acesso ao internet banking e ao aplicativo serão perdidos.

Essa é uma estratégia bastante conhecida na internet. O bandido não sabe se você tem uma conta naquele banco. Porém, como essas mensagens são disparadas para milhares de pessoas simultâneas e usando empresas famosas, é bem provável que muitos indivíduos caiam no golpe justamente por parecer algo legítimo.

No caso de recebimento de mensagens do tipo, a recomendação é de nunca clicar nesses links. Dificilmente bancos enviam e-mails para atualização cadastral. De qualquer forma, se ainda houver dúvida, o melhor a se fazer é contatar a instituição para verificar se há alguma pendência cadastral.

Auxílio emergencial

Reprodução

Aplicativo Caixa Tem é utilizado para movimentar o dinheiro do auxílio emergencial. Foto: Olhar Digital/ Reprodução 

Com o passar dos anos, os golpes pela internet são reformulados para se adequar ao momento. Normalmente, os criminosos chegam às vítimas por e-mail, como é o caso recente. No entanto, o WhatsApp, sites falsos e até aplicativos bastante semelhantes aos originais forma adotados. 

Por conta disso, no caso do auxílio emergencial, sempre se certifique de utilizar os canais oficiais. Para consulta pela internet, há o aplicativo Caixa Tem (Android iOS) e o site do Dataprev. As consultas também podem ser feitas por telefone, por meio da central 111. 

Via: Segurança na Tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *