Escolas particulares do ES suspendem aulas presenciais após casos de covid-19

Ao menos duas escolas particulares de Vitória estão com aulas presenciais suspensas por conta de casos de covid-19. As redes de ensino adotaram as aulas remotas após monitoramento preventivo realizado entre alunos.

Um dos casos é no Colégio Salesiano, em Jardim Camburi. Por meio de nota, a escola informou que vai manter as aulas na modalidade online até 25 de setembro para as turmas nos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Segundo a escola, a iniciativa visa garantir a segurança da comunidade escolar e está alinhada às orientações previstas ao Plano Estratégico de Prevenção e Controle.

O Colégio Leonardo Da Vinci também está com aulas presenciais suspensas em duas turmas. A previsão é para que as aulas, nesse regime, retornem em 16 e 21 de setembro. Segundo a instituição, até o momento não foram registrados casos de contágio de covid-19 no ambiente escolar.

A escola informou ainda que segue rigorosamente o protocolo de saúde de prevenção da covid-19 da Consultoria Einstein. Ele determina que, caso haja um caso comprovado de contaminação pelo coronavírus, a turma do aluno em questão tenha as aulas presenciais suspensas por dez dias, passando então ao formato online.

O que diz o Sindicato das Empresas Particulares de Ensino no ES

O presidente do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Espírito Santo (Sinepe-ES), Moacir Lellis, explicou que as escolas têm autonomia para determinar se suspendem as aulas presenciais apenas na turma em que o aluno com covid-19 estuda ou se suspenderá em toda a unidade escolar.

“As escolas têm autonomia para tomar a decisão sobre as aulas presenciais ou não. O Sinepe orienta que siga o protocolo. Quando o caso é suspeito, a gente pede para que o aluno não frequente as aulas presenciais. Depois que é confirmado, a escola suspende a aula da turma daquele aluno”, explicou.

Lellis destacou, ainda, a importância das aulas presenciais para o desenvolvimento do aluno. “A covid-19 está aí. Estamos em uma pandemia. Temos que conviver com ela, mas claro que mantendo todos os cuidados. Evitar aglomeração, usar máscara, o álcool gel. Manter os cuidados que temos que ter. É importante que a criança e o jovem estejam na escola. A absorção do conteúdo na aula online é como na aula presencial”, ressaltou.

Na rede pública de ensino, a Secretaria Estadual de Educação (Sedu) informou que não tem escolas com aulas presenciais suspensas no momento.

Veja as notas na íntegra:

COLÉGIO SALESIANO 

O Colégio Salesiano mantém um rigoroso monitoramento dos protocolos de biossegurança em suas unidades de ensino, cumprindo as determinações dos órgãos oficiais.

Considerando o monitoramento realizado semanalmente pelo Comitê Local de Prevenção e agindo de forma preventiva, a Instituição de ensino adota o ensino remoto no período de 13 a 25 de setembro para as turmas do Ensino Fundamental – Anos Finais e Ensino Médio, na unidade Jardim Camburi.

A iniciativa tem o objetivo de garantir a segurança da comunidade educativa e está alinhada às orientações previstas ao Plano Estratégico de Prevenção e Controle, com medidas e ações implementadas conforme orientações da Portaria Conjunta Sesa/Sedu nº 1-R, de 08/08/2020.

COLÉGIO LEONARDO DA VINCI

O Centro Educacional Leonardo da Vinci segue rigorosamente o protocolo de saúde de prevenção da Covid-19 da Consultoria Einstein, que se mostra um pouco mais restrito que as normas estabelecidas pela Secretaria Estadual de Saúde do Espírito Santo. Ele determina que, caso haja um caso comprovado de contaminação pelo coronavírus, a turma do aluno em questão tenha as aulas presenciais suspensas por dez dias, passando então ao formato on-line. Atualmente, a escola tem duas turmas nesta condição de suspensão de aulas presenciais, que retornam nos próximos dias 16 e 21 de setembro. Até o momento não foram registrados casos de contágio no ambiente escolar.

Informações: Folha Vitória