O Sintrag não me representa, afirma servidora de Guarapari

Em meio a polêmica do aumento do salário dos servidores de Guarapari, uma funcionária gravou um áudio que vazou nas redes sociais afirmando que o Sintrag (Sindicato dos Trabalhadores da Administração Direta e Indireta e do Poder Legislativo de Guarapari) não representa ela, como trabalhadora do município.

A gente está muito mal representada no sindicato, muita baderna, perdendo o controle. Fizeram barulho, mas o objetivo não era esse. Estou no sindicato apenas por causa de um desconto na faculdade, assim que acabar vou sair, infelizmente não nos representam, disse a servidora.

O Sintrag é envolvido em diversas outras polêmicas o que divide a categoria. O sindicato já chegou a destinar dinheiro para um bloco de carnaval, o que deixou muitos associados revoltados, inclusive promovendo desfiliações. Na eleição de 2020, o presidente Thiago declarou e pediu votos para Carlos Von, além disso em uma live foi flagrado dando instruções ao deputado de como iludir o servidor.

Apesar do número elevado de sindicalizados, o Sintrag não tem sede, atende os associados em um local alugado, porém gasta valores absurdos com festa. O carro utilizado é um veículo oficial, o combustível é pago pelos servidores.