Para enfrentar o frio intenso, casal coloca churrasqueira no quarto e morre asfixiado

O frio intenso que atingiu a região do triângulo mineiro nesta quinta-feira obrigou as pessoas a encontrarem abrigos e tirarem todo o estoque de cobertores do guarda-roupas. Mas um casal de cidade de Ponte Nova resolveu inovar colocando uma churrasqueira acessa para esquentar o quarto, mas o resultado foi catastrófico.

Na madrugada desta quinta-feira, a filha do casal, de 14 anos, acordou durante a noite e foi ao quarto dos pais para acordá-los, mas os encontrou mortos, com sinais de asfixia.

De acordo com relato da Polícia Militar, a adolescente foi acordada pelo irmão mais novo, de 9 anos, que estava com dor de cabeça. A irmã medicou o menino e foi chamar os pais, mas eles não atendiam quando ela bateu na porta, então ela entrou e os encontrou sem vida.

A polícia disse que também encontrou brasas no quarto das crianças e elas também sentiram os efeitos da intoxicação por fumaça.

Os peritos da Polícia Civil disseram que Edwin Luisi de Medeiros Silva, de 40 anos, e Silvana Vieira da Silva, de 39 anos, morreram intoxicados pelo dióxido de carbono da fumaça do carvão, já que a porta dos quartos e a janela foram fechadas para evitar o frio.

A dor de cabeça do irmão menor também pode ser efeito da inalação da fumaça, pois também havia carvão em brasa no quarto das crianças. AS crianças foram levadas para uma unidade de saúde e receberam atendimento médico. Elas não correm risco de morte e ficarão sob a guarda de uma irmã mais velha.

Apesar dos indícios apontarem para uma fatalidade, a polícia disse que ainda vai investigar outras hipóteses antes de encerrar o inquérito.

Em algumas cidades do Triângulo Mineiro, como Uberlândia, a temperatura nesta quinta-feira chegou a 4,2ºC na madrugada desta quinta-feira, com uma sensação térmica de -2ºC em função dos fortes ventos.