Ajudante de pedreiro e adolescente são baleados em Vila Velha, ES: ‘só estava esperando o pior’, diz vítima

Ajudante de pedreiro e adolescente são baleados em Vila Velha, ES: ‘só estava esperando o pior’, diz vítima

Um ajudante de pedreiro de 26 anos e uma adolescente de 17 foram baleados na noite deste sábado (21) no bairro Vale Encantado, em Vila Velha, na Grande Vitória.

De acordo com o ajudante de pedreiro, que prefere não ser identificado, ele e o amigo estavam andando de bicicleta pelo bairro. Eles decidiram parar para comprar cigarro em um bar e quando voltaram para a rua foram surpreendidos pelo atirador já com a arma em punho na Rua São Cristóvão.

O homem de 26 anos levou um tiro de raspão na cabeça, enquanto o mais jovem foi atingido no ombro.

“Assim que saímos (do bar), fomos curvar em uma rua, apareceu um cara e começou a atirar para cima de nós. Não tivemos nem como fazer nada. Só deu para ficar no chão quietinho e esperar em Deus. Só estava esperando o pior, de ele vir e terminar. Nunca passei por isso, foi a primeira vez”.

Vítimas foram baleadas na rua São Cristóvão, em Vale Encantado, Vila Velha, ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Vítimas foram baleadas na rua São Cristóvão, em Vale Encantado, Vila Velha, ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

A vítima conta que o no momento do ataque, o adolescente conseguiu correr, mas ele ficou deitado no chão. Ao recuperar a consciência, o ajudante de pedreiro, atingido na cabeça, se levantou e pediu ajuda a um primo. Segundo ele, a rua estava cheia de crianças e de moradores, que correram para suas casas.

O atirador fugiu e, até o momento, não foi identificado e preso.

Moradores do entorno contam que traficantes estão tentando dominar a região de Vale Encantado. Por esse motivo, a comunidade está convivendo com a insegurança.

A Polícia Militar, por meio de nota, disse que recebeu a informação de que uma briga estaria acontecendo em Vale Encantado e que havia um homem armado. Os militares foram ao local, mas não localizaram suspeitos. Depois, foram informados de que havia um baleado no Pronto Atendimento (PA) de Cobilândia e outro no Hospital Antônio Bezerra de Faria.