Homem que matou ex-companheira com tiro na cabeça em banheiro foi preso pela polícia

Homem que matou ex-companheira com tiro na cabeça em banheiro foi preso pela polícia

Roberto Carlos da Cruz, 54 anos, foi preso pela polícia por ter assassinado com um tiro na cabeça a ex-companheira Teresa Rosa de Souza, 36 anos, no domingo, 21, dentro do banheiro da residência dela em Pancas, no Noroeste do Espírito Santo. As filhas da vítima pediram ajuda a uma vizinha após ouvir o tiro.

Depois de matar a mulher, Roberto Carlos fugiu do local e desde então que estava foragido. A sua prisão ocorreu na tarde de quarta-feira, 24, mas a arma do crime já não mais estava em seu poder. O crime, que foi praticado na Zona Rural da cidade, chocou os moradores da localidade pela covardia do assassino.

Ao ser ouvido na Delegacia de Polícia de Pancas, Roberto Carlos disse que tinha visto um indivíduo saindo da casa de sua ex-mulher e foi conversar com ela a respeito. Disse ainda que houve discussão entre os dois e ele acabou atirando na vítima. Quanto à arma do crime, o homicida disse que perdeu durante a fuga.

Depois de ouvido, o assassino foi encaminhado ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de São Mateus, onde se encontra à disposição da justiça, depois de ser autuado por homicídio qualificado por motivo fútil, com impossibilidade de defesa da vítima. O caso segue sendo investigado pela Delegacia de Pancas.

Uma amiga de Teresa que não terá o nome divulgado contesta a versão do assassino, que disse ter visto um homem saindo da casa da vítima. “Ele inventou essa história absurda para tentar justificar o assassinato bárbaro praticado contra minha amiga. Não havia homem nenhum no local. Tudo mentira”, afirma.

Es em Foco