Cabo da Polícia Militar candidato a deputado espanca e aponta sua arma para adolescente

Cabo da Polícia Militar candidato a deputado espanca e aponta sua arma para adolescente

Um menor foi violentamente agredido por um policial militar candidato a deputado estadual. Trata-se do cabo Leonardo Lúcio Morais, conhecido como cabo Theo do Iscac (PTB), que ficou nervoso ao ver o adolescente brincar com uma bandeira com seu número e o agrediu com tapas, chutes e pescoções.

Toda ação violenta do policial arbitrário ocorrida na sexta-feira, 16, em Santa Luzia, na Grande BH foi registrada pelas câmeras de segurança existentes no local. Além de agredir o menor, o policial violento sacou do revólver e o apontou para a vítima e por pouco não atirou. Sua atitude assustou as testemunhas.

As pessoas que presenciaram as agressões afirmaram que o adolescente pegou uma das bandeiras do candidato e começou a brincar com outros colegas e em seguida entrou no bar. Foi então que o policial endemoniado sem procurar saber o que estava acontecendo partiu bufando com tudo para cima do adolescente.

O cabo candidato disse no maior descaramento que o vídeo que circula na internet foi editado, e como todos os policiais sempre dizem quando cometem seus crimes, e que já virou motivo de chacota nos meios jurídicos, afirmou que o adolescente levou as mãos na cintura por três vezes simulando estar armado.

A mãe do adolescente, que pediu para não ser identificada para não sofrer represálias, está indignada com a atuação do policial militar que age como animal, sem condições de conviver com a sociedade. A corporação emitiu nota afirmando que a arma foi recolhida e um processo administrativo foi instaurado.

“Esse policial que todos conhecem pela sua truculência espancou o adolescente por causa de um simples pedaço de pau. O pior de tudo é saber que esse monstro não será jamais punido, pois a Polícia Militar passa as mãos na cabeça dos bandidos fardados que fazem parte da corporação”, disse uma testemunha.

Es em Foco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.