Comerciante é preso por revender celulares roubados em Guarapari

A Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic) de Guarapari prendeu na última terça-feira (21) um comerciante que comprava, vendia e desbloqueava celulares roubados. Com ele foram apreendidos seis aparelhos que haviam sido roubados na cidade.

O titular da Deic, delegado Guilherme Eugênio, explicou que chegou até o comerciante depois de flagrar um adolescente com um celular roubado. O adolescente explicou que comprou o celular na loja do acusado, identificado como Tiago Caldeira de Souza, 29 anos, e apresentou a nota de compra do aparelho.

“Para não chamar a atenção, ele vendia os celulares pelo preço de mercado. Diante da apresentação do comprovante de compra, verificamos que o adolescente não tinha envolvimento no crime e pedimos à Justiça um mandado de busca e apreensão para a loja de Tiago”, disse o delegado.

Na loja do acusado foram encontrados mais de 600 celulares, mas apenas seis estavam registrados como roubados ou furtados. “Infelizmente nem todo mundo que registra uma ocorrência de furto ou roubo de celular informa o IMEI do aparelho. A falta desse número impede que a polícia possa comprovar a origem ilícita do telefone. Por isso é importante que quando forem fazer a ocorrência, que tenham o IMEi do aparelho. Esse número pode ser visto na parte interna dos aparelhos e também digitando *#06# no celular”, explicou o delegado.

Além de revender celulares roubados, de acordo com o delegado, Tiago também oferecia o serviço de desbloqueio de aparelhos.

“Eu mesmo liguei para ele e perguntei se ele desbloqueava um aparelho que eu tinha e ele explicou que o serviço custava R$ 100,00. Ainda perguntei se era necessário levar algum comprovante de compra ou nota fiscal e ele informou que era necessário apenas pagar pelo serviço”, complementou Guilherme Eugênio.

Tiago foi autuado por receptação e encaminhado para o CDP de Guarapari.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.