Mãe defende a avó em caso de bebê encontrado morto em balde: ‘deixei minha filha com a melhor pessoa do mundo’

Uma criança de pouco mais de um ano morreu depois de cair em um balde e, segundo familiares, se afogar. O caso aconteceu no último sábado (12), em Guarapari. Era Dia das Crianças. A avó, que estava com a bebê no momento, chegou ao hospital com alguns ferimentos, mas ainda não se sabe a causa. 

O laudo cadavérico deve sair em 30 dias. A Polícia Civil trata o caso como morte acidental. De acordo com a avó, ela teria se distraído e não viu quando a criança entrou no balde, onde teria morrido afogada. A mãe da bebê, Sainara Nascimento, está muito abalda com a perda da filha. “Eu perdi minha filha, minha única filha. Minha mãe não tem nada a ver com isso. Eu fui trabalhar e deixei ela com a melhor pessoa do mundo”, disse a mãe da criança.

Ela ainda conta que o filho foi planejado e a ensinou muitas coisas na vida. “Meu filho foi planejado, não foi um acidente. Ela me ensinou o que é amar, ela me ensinou a ser uma mulher de verdade. Ela mudou a minha vida, ela mudou tudo”, completou. 

A criança era filha única de Sainara. O corpo da bebê já saiu do Departamento Médico Legal (DML) em Vitória e já foi sepultado. 

O caso

De acordo com uma conhecida da família da vítima, a bebê morava próximo da casa onde aconteceu o afogamento. Ela foi com uma tia na residência, para aproveitar o Dia das Crianças, quando em um momento de distração a menina caiu e se afogou. A tia que retirou a criança de dentro do balde.

O Samu foi acionado para reanimá-la, mas não teve sucesso. O corpo da criança foi levado para Departamento Médico Legal (DML), em Vitória. Uma equipe do Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) também esteve no local. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *