Prefeito de Colatina diz que vetará aumento salarial dele e dos vereadores

Em um áudio de uma conversa com um interlocutor que foi parar nas redes sociais, o prefeito de Colatina, Sérgio Meneguelli (sem partido), afirmou hoje (22) que vai vetar o projeto de lei que concede aumento salarial dele e dos 15 vereadores, aprovado pela Câmara Municipal. O prefeito adiantou, entretanto, que vai sancionar o reajuste de 5% no salário dos servidores públicos e prometeu enviar para a Câmara de Vereadores um projeto de lei para aumentar o salário dos professores da rede municipal de ensino.

Na última segunda-feira (18), os vereadores aumentaram os próprios salários em 70% e ainda criaram o 13º salário para vereadores, prefeito e vice-prefeito – Meneguelli promete vetar esse item também. Com o aumento, o salário do vereador em Colatina passaria para R$ 7 mil e o do prefeito para R$ 12 mil, a partir de 1º de janeiro de 2021, com a nova legislatura.

O prefeito de Colatina recebe de salário atualmente R$ 9.901 (bruto) e os vereadores, R$ 3,9 mil (bruto).

Os professores em Colatina passarão a receber o piso salarial nacional do magistério, atualmente no valor de R$ 2.557,74, no ano que vem.

“Não é o prefeito que está dando o aumento, isso compete aos vereadores. Não posso impedir o vereador de fazer o que ele quer. O eleitor, sim, que tira ou não tira o vereador. Sou contra qualquer aumento que se dá a si próprio” , prefeito de Colatina, Sérgio meneguelle.

Fonte: Gazeta Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.