Homem e mulher suspeitos de matar manicure de Guarapari são presos

Homem e mulher suspeitos de matar manicure de Guarapari são presos

A Polícia Civil do Espírito, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), prendeu um homem e uma mulher suspeitos de serem os autores do homicídio ocorrido no dia 22 de dezembro de 2020, que teve como vítima a manicure Niásia Alves Santos, de 26 anos. A vítima, que era da cidade de Guarapari, foi dada por desaparecida pela família no final daquele mês. O corpo da jovem foi encontrado dias depois em uma floresta de eucalipto na região do bairro Nova Almeida, no município da Serra.

Mais detalhes sobre a investigação do caso serão divulgados em coletiva de imprensa que será realizada às 15h30 desta quinta-feira (21), na Chefatura de Polícia Civil.

RELEMBRE O CASO

Segundo o pai da vítima, Marcos Renan Santos, de 46 anos, no dia 22 de dezembro Niásia saiu de casa com destino a Cariacica, pois teria morado lá. “Ela passou a morar comigo em Guarapari havia duas semanas. Ela ia de moto para Cariacica, mas não chegou lá. Mandou uma mensagem falando que foi para a Serra. Foi feita então a perícia e eu torcia para dar negativo. O corpo havia sido achado e faltava o exame de DNA, mas é um processo demorado. Para acelerar, pediram exames do dentista. Pegamos a foto da arcada dentária e bateu 100%”, contou.

Es em Foco