Homem morre de ataque cardíaco quando enterrava esposa que tinha acabado de matar

Para quem não acredita em justiça divina é melhor ler com atenção o que aconteceu com Joseph McKinnon, 60 anos, que sofreu uma parada cardiorrespiratória no momento em que tentava enterrar o corpo da mulher dele, Patrícia Dent, 65 anos, no quintal da residência do casal, após estrangula-la.

Segundo informações da polícia, no sábado, 07, Joseph cavou um buraco no quintal antes de matar a mulher. O motivo para o assassinato ainda é um mistério para a polícia, haja vista que segundo vizinhos, o casal vivia em harmonia e não havia registros de brigas. O caso aconteceu na Carolina do Sul, Estados Unidos.

O corpo do assassino foi encontrado no quintal da casa dele por volta das 10h por um vizinho, que tentou em vão reanima-lo e acionou a polícia. No local os policiais tentaram contato com parentes dele, mas em seguida foram surpreendidos pelo corpo de Patrícia numa vala, envolvido por sacos de lixo.

O xerife Jody Rowland, do Condado de Edgefield entendeu o que havia se passado, e as evidências junto com declarações de testemunhas ajudaram os investigadores a compreender a dinâmica do caso. A causa da morte de McKinnon foi confirmada, e as investigações do caso seguem o seu curso.

A autópsia realizada no corpo de Patrícia determinou que ela foi morta por estrangulamento. Segundo a irmã gêmea da vítima, Pâmella Briggs, Patrícia trabalhava em um campo de golfe e no dia do crime não apareceu por lá, não atendeu chamadas e nem mensagens de texto de amigos durante todo o dia.

“Todos que a conheceram gostavam dela. Estou chocada. Eu não esperava nada disso”, disse a irmã de Patrícia, acrescentando que ela sempre foi uma pessoa cheia de energia e que estava feliz por ainda estar trabalhando aos 65 anos de idade. “Minha irmã não merecia ter esse fim tão trágico”, finaliza ela.